noiva +

NOIVA iniciou como resultado de um exercício com o diretor André Garolli na Companhia de Teatro Triptal. Naquele momento, havia a motivação de iniciar esta exploração: dos figurinos como artifícios para a criação de dramaturgias cênicas – e assim aconteceu o encontro com o vestido de noiva. Inicialmente, a experiência estava voltada ao movimento causado pelas roupas no corpo e à atenção ao tempo entre as ações em uma cena linear. Naquele período eu já havia me aproximado muito da dança, o que influenciou radicalmente o princípio do processo. Em 2011 e 2012, NOIVA foi experimentada ciclicamente, como intervenções em casas em estado de pré demolição, passando assim para uma nova fase. Em processo de residências artísticas integrava o trabalho EXTENSÕES em parceria com Filipe dos Santos Barrocas e Gabriel Brito Nunes. Entre dezembro de 2014 e janeiro de 2015 foi realizada uma nova etapa deste estudo em processo de residência artística em Barcelona/ES articulado à um período de treinamento em dança em Bruxelas/BE viabilizados pelo Edital Conexão Cultura Brasil Intercâmbios. Os compartilhamentos da última etapa dessa experimentação aconteceram em processo de residência artística no Estudio Nómada – Barcelona/ES, na Páidéia Associação Cultural – São Paulo e no ECBV – Espaço Cultural Bela Vista também em São Paulo e no SESC Santos junto ao Projeto Ocupação #32.